//codigo google analytics //codigo google analytics

SOCORRENDO UM CÃO COM HIPERTERMIA – PARTE 3

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×


socorrendo um cão com hipertermia_bulldog apollo

Olá amiguinhos de 4 patas (e de 2 patas tb! rs),

Hoje tomei um susto muito grande. Vou contar para vocês o que aconteceu. Você vai ficar abismado com a coincidência!

Estava eu com o meu pai fazendo o meu passeio diário pela Quinta da Boa Vista, quando avistamos dois amiguinhos passeando com a mãe e o irmão de 2 patas (adorei isso hahaha).

Como de costume puxei meu pai para nos aproximarmos do grupo. Era um Golden filhote e um Poodle adulto. O Golden, também novinho como eu, já veio todo animado falar comigo! Foi neste momento que eu notei algo de muito estranho com o Golden. Ele parecia estar bêbado. Sério! Ele oscilava pra frente e pra trás, para um lado e para o outro. Vinha me cheirar e voltava todo cambaleante.

Achei aquilo muito estranho e ao mesmo tempo familiar. Lembrei do post em que falei dos sintomas da hipertermia: Como identificar que eu estou com hipertermia?

Lembram destes dois sintomas que falei para vocês?

– Ele ficará fraco e isso poderá ser percebido pela perda do tônus muscular.

– Iniciará um andar cambaleante, grogue.

Pois é…estava acontecendo e bem diante da gente. O Golden estava com início de hipertermia. Por mais que ele desejasse brincar comigo ele não conseguia. Suas pernas não obedeciam. Sua mente falava para levantar, mas seu corpo não mais o obedecia. Ele caia no chão e levantava de forma repetitiva.

A nossa sorte é que estávamos já escrevendo este post e já estávamos sabendo de alguns precedimentos a serem realizados. E lá estava eu e meu pai socorrendo um cão com hipertermia. Enfim salvamos o Sansão, nome do lindo Golden, e todos foram felizes para casa.

Fiquem atentos as dicas abaixo, vocês podem se deparar com uma situação dessa amanhã! Pense nisso. Você pode salvar uma vida!

O resfriamento do animal deve ser realizado de imediato, até que ele possa ser atendido por um veterinário.

Socorrendo um cão com hipertermia:

1- Remova o cão para um ambiente ventilado e fresco, use ventilador.

2- Banho de imersão em água fria. Evite o uso de água gelada, pois isso causará vasoconstricção retardando ainda mais o resfriamento do animal e aumentando seu desconforto.O uso de álcool isopropílico nos cochins das patas também promove rápida evaporação e contribui para o resfriamento.

3- Pode se valer de borrifador de água, toalhas molhadas, pedras de gelo para passar na boca e na região anal. Lembre-se de verificar a temperatura do cão, diminua até em torno dos 39 graus e aí pare com o resfriamento. Caso o resfriamento prossiga poderá ocorrer hipotermia de difícil reversão.

(Todos prestando atenção?)

bulldog sem hipertermia_evite a hipertermia

4- Ofereça água, mas não em excesso, isso poderá fazer com que vomite agravando ainda mais seu estado.

5- Procure tranquilizá-lo e mantê-lo consciente. Fale com ele em tom baixo chamando-o pelo nome. Mantenha-se ao alcance de sua visão.

6- Não ofereça nenhum tipo de alimento.

7- O transporte até o veterinário deverá ser feito com ar condicionando ligado.

É fundamental a avaliação do animal pelo veterinário. Ele deverá ser mantido em observação intensa por no mínimo 24 horas e  examinado diariamente por vários dias.

Muitos cães sofrem danos em múltiplos órgãos ou até mesmo morrem por falta de um atendimento imediato e eficaz. A causa primária de morte não é a hipertermia em si, mas os danos renais e cerebrais, secundários a esses episódios.

Proprietários, criadores, handlers, tosadores etc. devem conhecer a situação e entender sua gravidade bem como estarem capacitados a realizar o pronto atendimento do animal.

Mesmos com essas dicas, lembre-se prevenir é sempre melhor que remediar! Espero que tenham gostado deste conjunto de posts sobre hipertermia. Eu adorei.

REFRESQUE O SEU CÃO NO VERÃO E EVITE HIPERTERMIA.

COMPARTILHEM ESTE POST! ISSO PODE SALVAR UMA VIDA! (clique aqui embaixo no símbolo do Facebook)

A gente agradece!

Bulldog na agua feliz_evite hipertermia

Ossinhos a todos,

Bulldog Apollo (com sensação de dever cumprido)

Página no Facebook: https://www.facebook.com/bulldogapollo

Quer receber por e-mail as novidades do blog? Cadastre-se!

[contact-form-7 id=”189″ title=”Contact form 1″]

Você também pode gostar

3 comentário

  • Dono Cuida Abril 11, 2017   Reply →

    Excelente artigo. Muito boa informação 🙂

  • Bela dezembro 16, 2015   Reply →

    Olá, queria agradecer por esse texto, ontem tive um sustinho com meu bulldog, ele começou a ficar muito ofegante mesmo sem estar correndo nem brincando e o primeiro texto que eu vi foi esse e nos socorreu na hora! Queria dizer também que vou usar seu texto no meu blog tá? Vou deixar os devidos créditos linkando a página e tudo o mais, só queria espalhar a palavra mesmo pra ajudar outras pessoas 😀

    • Rafael Fidalgo dezembro 17, 2015   Reply →

      Oi Bela, sem problemas! Informação nunca é demais! Abraços Rafael

Deixe um comentário

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×